Comitiva que participava de seminário na China, retorna ao Brasil.

A comitiva da Federação das Associações dos Jovens Empreendedores e Empresarios do Estado de Goiás – FAJE Goiás, filiada a Confederação dos Jovens Empreendedores e Empresarios – CONAJE, embarca de volta para o Brasil nesta quarta-feira (27) após participarem do Seminário de Empreendedorismo de Jovens dos Países Lusófonos em 2017, em Fuzhou, província de Fujian na China, entre os dias 6 e 26 de setembro, onde estiveram a convite do Ministério de Comércio da República Popular da China.

Os jovens empresários e empreendedores de Goiás também visitaram empresas e centros históricos das cidades de Putian, Xiamen e Xian com o objetivo de compartilhar as experiências dos países sobre o empreendedorismo. Durante o seminário foram abordadas a história de empreendedorismo na área rural, as características econômicas, as oportunidades de cooperação da China, a globalização e experiências chinesas de desenvolvimento econômico, os apoios de política para os deficientes e o financiamento de projetos sociais.

Lucas Souza, Presidente da entidade, salienta que este seminário é a prova de que a China quer fazer negócios com o mundo e, sem sombra de dúvidas, com o Brasil. É um momento de muito aprendizado sobre empreendedorismo, cultura e a “Nova Normalidade” da China, em que eles prezam pela sociedade ao mesmo tempo em que querem ser competitivos e desenvolvidos comercialmente, incrementando a inovação e a tecnologia. Além disso, é imprescindível ressaltar, claro, que é um excelente momento para já fazermos negócios!

Aproveitando o ensejo do encerramento do Seminário, os integrantes da comitiva goiana entregaram uma carta de intenções ao Ministério de Industria e Comercio da China, oportunidade em que sugeriram diversos meios e formas de incremento do empreendedorismo jovem, visando estreitar ainda mais as relações com o governo chinês e levar mais oportunidades aos empreendedores jovens de Goiás.

Empreender na Era Pós Digital: O errado é fazer o mesmo certo durante muito tempo.

Walter Longo, presidente do Grupo ABRIL, disse em sua palestra realizada em Goiânia algumas semanas atrás a seguinte frase: “As empresas não quebram mais somente por fazer coisas erradas, agora elas quebram também por fazer a mesma coisa certa durante muito tempo ou por tempo demais.”

 

O que isso quer dizer?
Há muito pouco tempo os gestores e empresários se concentravam principalmente em não errar, ou seja, evitar falhas ou cometer erros cruciais que inviabilizassem seus negócios.
Porém hoje, com a velocidade das mudanças, os gestores além de não poderem errar, eles precisam ao mesmo tempo acertar, mudar e continuar acertando.

Isso parece difícil e complicado e é mesmo.

Ainda segundo Longo, entramos agora no mundo pós digital, pois hoje o digital e offline se complementam e se misturam o tempo todo, não existe mais o mundo real e o mundo digital, o que existe é a fusão completa dos dois mundos.

Agora mesmo você lendo essa artigo você está no digital e talvez interagindo com o mundo offline ao mesmo tempo, conversando com alguém do seu lado ou pelo telefone. A verdade é que um mundo não existe mais sem o outro e talvez ainda não “sacamos” isso tão claramente.
E esse mundo pós digital trouxe junto a super produtividade e a super competitividade , o que demorava um ano pra mudar hoje muda em meses, talvez dias.

Por exemplo: as coleções de empresas da moda que eram definidas em 4 estações, ou seja duravam 3 meses, hoje duram 15 dias no que chamamos de Fast Fashion, modelo de negócio utilizado pelas empresas desse ramo que mais se valorizaram no mundo nos últimos tempos.
Essa velocidade na mudança de comportamento do consumindo está acontecendo em todos os ramos, , na alimentação fora do lar, vimos que com a crise muitos bares e restaurantes perderam movimento, alguns quebraram,  e ao mesmo tempo surgiram os food trucks, que por vezes cobram valores parecidos aos dos estabelecimentos tradicionais e assim mesmo ganhou grande espaço nesse seguimento.

Mas por quê?
Algumas possíveis explicações:
– Muitos donos de restaurantes, perderam tempo e energia demais reclamando dos food trucks (assim como taxistas estão fazendo com o UBER) e no entanto poucos deles viram isso como uma oportunidade de estar mais próximo do publico, diminuir custos e só agora quase 02 anos depois do surgimento dos food trucks, vemos um movimento maior nessa transição do estabelecimento tradicional para o “itinerante”.
– Os food trucks talvez traduzam de maneira clara o que Walter Longo quis dizer com a frase do começo do texto, pois eles são móveis (são carros né Emerson!?) e vão até onde o consumidor quer que ele esteja e não o contrário.
– Em sua maioria são negócios simples, com poucas pessoas, poucos produtos e extremamente dinâmicos, mudam seus cardápios o tempo todo.
E isso foi exatamente o que Longo concluiu, nessa era pós digital ser pequeno é ter uma vantagem competitiva contra àqueles que já cresceram muito e tem grande dificuldade e morosidade em mudar.

Para encerar quero deixar aqui a teoria da Evolução de Darwin, que nunca foi tão atual e necessária para os empreendedores prosperarem:
“Não é o mais forte nem o mais inteligente que sobrevive, e sim o que mais rápido se adapta às mudanças.”
Precisa dizer mais alguma coisa?
Vou deixar então umas dicas para quem está querendo começar agora suas mudanças..
1- Ler reportagens, escutar podcast, e livros todo dia, sim todo dia.
2- Se atualizar, sair da empresa, participar de congressos, palestras, ir pra outras cidades principalmente SP, Brasilia e RJ, ou se der pro exterior.
3- Faça benchmarking: estude o que outros estão fazendo concorrentes e também de outros ramos.
4- Quando algo novo te incomodar, antes ou depois de reclamar, tente fazer a seguinte reflexão: “como eu posso aproveitar isso pro meu negocio?.”
Boa mudança e seja rápido.

Por Emerson Tokarski, Vice presidente da FAJE Goiás.

1º Fórum Econômico de Goiás

O Fórum Econômico de Goiás tem como objetivo discutir pautas econômicas contemporâneas, apresentar o dinamismo, as oportunidades e benefícios para empresários e investidores, além de aproximar os stakeholders da cadeia produtiva de diversos segmentos da economia goiana. Tudo isso a fim de fortalecer o desenvolvimento de negócios e abertura de potenciais mercados, seja no próprio estado ou em diversas localidades.

Portanto, entre as principais pretensões, o Fórum Econômico de Goiás propõe-se à:

  • Discutir sobre o futuro do estado de Goiás, o que deseja-se alcançar no médio e longo prazo;
  • Fomentar o encontro entre investidores, líderes empresariais, políticos e acadêmicos;
  • Compreender as razões e os desdobramentos dos desafios postos no atual cenário econômico-político;
  • Democratizar as oportunidades de empreendedorismo;
  • Criar um ambiente crítico e que possibilite a antecipação de possíveis cenários, com proposição de caminhos e soluções que busquem uma sociedade mais justa;
  • Dialogar sobre instrumentos que reforce a base de setores produtivos e a qualificação de micro, pequeno e médias empresas;
  • Possibilitar o intercâmbio de informações entre as diversas entidades de representação, sejam empresariais, de classes laborais ou governamentais;
  • Incrementar a competitividade e promover a cultura exportadora;
  • Criar e facilitar o acesso a conhecimento técnico;
  • Aproximar e integrar universidades ao mercado de trabalho;
  • Apresentar iniciativas públicas e privadas de sucesso em âmbito regional, nacional e internacional;

Para alcançar essas importantes pautas, requer-se um forte alinhamento e respostas assertivas de empreendedores, gestores públicos, cientistas, educadores e trabalhadores que ensejam competitividade, aumento de produtividade e bem-estar.

Na primeira edição do Fórum Econômico de Goiás trazemos profissionais de alta performance e renome em suas respectivas áreas, dividindo-os em quatro blocos de discussões:

PROGRAMAÇÃO:

Perspectivas e Oportunidades em Goiás

  • Igor Montenegro – Superintendente Sebrae/GO
  • José Alves Filho – Presidente Coca-Cola em Goiás

Infraestrutura, Tecnologia e Inovação

  • Cleomar Rocha – Media Lab/Br
  • Luiz Medeiros – Superintendente SUCEX
  • Everaldo Fiatkoski – Porto Seco Centro-Oeste
  • Júlio Miragaya – Presidente Cofecon
  • Vandré Sales – ACE/Gyntec
  • Mirelly Tiago – Diretora de Planejamento da FAJE Goiás

Cofee-Break
Fomento, Hedge e Crédito Privado

  • Danilo Gomes – Superintendente FCO
  • Cidinaldo Boschini Filho – GYNTech
  • André Carvalho – DuoInvest/Banco Confidence
  • Leonardo Ces – IBBRA [mediador]

O futuro do Brasil

  • Otaviano Canuto – Diretor Executivo do Banco Mundial

 

FAZER MINHA INSCRIÇÃO


Ficha técnica
1º Fórum Econômico de Goiás
Data: 16 de Julho de 2017 (Domingo)
Horário: 13:00 às 20h
Local: UNIAlfa, Av. Perimetral Norte, 4129, Vila João Vaz – Goiânia – GO.
Inscrições: https://www.sympla.com.br/1-forum-economico-de-goias__147650
Informações: (62) 3995-4610
Realização: FAJE Goiás

FAJE Universidades

Nos 4 primeiros meses da nova gestão da FAJE Goiás, os diretores e convidados participantes do projeto FAJE Universidades, já contemplaram mais de 700 estudantes das instituições: Centro Universitário Alves Faria – UNIALFA, Faculdade Araguaia, Universidade Salgado de Oliveira – UNIVERSO e Faculdade Almeida Rodrigues – FAR (Rio Verde) .
O projeto tem por objetivo, despertar e incentivar os jovens universitários a conhecer mais sobre o ambiente do empreendedorismo, por meio de palestras e mesas-redondas. Para conhecer mais sobre o projeto acesse o nosso site e participe conosco!

Planejamento Estratégico 2017/2018

Em fevereiro de 2017 a nova Gestão da Federação das Associações de Empreendedores e Empresários do Estado de Goiás (FAJE Goiás), foi empossada para o biênio 2017/2018.

A frente da pasta, o Presidente Lucas Souza, têm coordenado reuniões de planejamento para delinear as metas e os projetos que serão executados ao longo do biênio. Como resultado temos o Planejamento Estratégico 2017/2018 contendo 7 objetivos estratégicos de longo prazo e 12 metas de curto prazo. Além disso, contará com um portfólio inicial de 20 projetos.

Clique aqui e conheça as metas traçadas para o biênio 2017/2018! PE 2017-2018

“PLANEJAR ESTRATEGICAMENTE SIGNIFICA USAR OS
RECURSOS DISPONÍVEIS DE FORMA EFICIENTE, AUMENTANDO
A PRODUTIVIDADE DE UM INDIVÍDUO OU ORGANIZAÇÃO.”

 

 

Desburocratizar é avanço

Por Camila Hermano

É inegável que, nos últimos meses, experimentamos notáveis progressos em direção à desburocratização de uma série de procedimentos administrativos, o que fomentará os negócios internacionais, tendo como agraciados diretos os investidores e o setor produtivo dependente do comércio exterior. O resultado esperado é evidente: o progresso sustentável. Fato é que o fundo do poço sempre gera impulsos de sobrevivência.

É que, com algumas medidas, o governo parece estar mais próximo à realidade célere do mundo dos negócios. No último semestre, por exemplo, após 50 anos de espera para aprovação, passou a vigorar a Convenção da Apostila, que é relativa à supressão da exigência de legalização dos atos públicos estrangeiros.

Trata-se de um certificado utilizado em âmbito internacional que autentica a origem de documento público e dispensa a “legalização” de determinados documentos oriundos dos Estados-parte da Convenção. Isso diminuirá sobremaneira a validação de documentos para concorrência pública e a participação de empresas brasileiras no exterior, além de diminuir o custo e o tempo no trâmite para representação de investidores estrangeiros no Brasil. Um verdadeiro logro, que facilita e aprimora as relações comerciais internacionais.

Por fim, um pacote de 47 medidas antiburocracia foi anunciado ao apagar das luzes de 2016, pelo governo federal, e também pode ser considerado uma vitória. Com a implementação das referidas medidas, que têm previsão de entrarem em vigor ainda neste ano, a indústria, principalmente aquela que depende da exportação e importação, verá a aceleração de muitos dos trâmites indispensáveis ao seu negócio.

Os certificados de origem, por exemplo, que permitem que os produtos brasileiros ali descritos possam obter alíquotas diferenciadas de importação em mercados com os quais o Brasil tem acordos internacionais vigentes, passarão a ser emitidos de maneira digital e não mais em papel, diminuindo o processo para cerca de 30 minutos, quando antes podia durar até 3 dias. Dentre outros, os procedimentos no Inmetro e os processos no INPI para registro de marcas e patentes também serão encurtados em razão de padronização.

Gestão pública inteligente impacta diretamente na desburocratização e na competitividade do País. Falta muito, mas devemos reconhecer os primeiros passos.

Posse da Diretoria 2017/2018

A solenidade de posse dos novos dirigentes da Federação das Associações de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás – FAJE Goiás (antiga AJE Goiás) para o biênio 2017-2018 será realizada na próxima quinta-feira (2 de fevereiro), às 20 horas, na sede do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás). Serão empossados os empresários Lucas Souza, como presidente da instituição, Emerson Tokarski, como vice-presidente, e Angel Junior, como diretor-executivo. Assume também o ex-presidente Cledistonio Salvador como atual presidente do Conselho Consultivo.

A cerimônia terá a presença dos novos diretores e coordenadores da entidade, e presidentes e demais representantes das AJE´s do interior do estado. É aguardada ainda a presença do governador de Goiás, Marconi Perillo, do diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro e de representantes de instituições como Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Movimento Goiás Competitivo (MGC), Associação Comercial e Industrial de Goiás (Acieg), Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), Fórum de Jovens Lideranças Empresariais de Goiás e demais autoridades.

Diretoria de Marketing – Andre Tomazetti
Diretoria de Relações Internacionais – Anna Bastos
Diretora Adjunta de Relações Internacionais – Camila Hermano
Diretoria de Inovação – Bruno Alencar
Diretoria de Desenvolvimento e Liderança – Bruno Miranda
Diretoria de Assuntos Econômicos – Cássio Eduardo Souza
Diretoria de Agronegócios – Guilherme Nascimento de Souza
Diretoria Comercial – Jupiter Tokatjian
Diretoria de Eventos – Karina Regis
Diretoria Jurídica – Marcus Vinícius
Diretoria de Políticas Públicas – Matheus Vasconcelos
Diretora Adjunta de Políticas Públicas – Larissa Safatle
Diretoria de Responsabilidade Social – Michely Coutinho
Diretoria de Planejamento – Mirelly Tiago
Diretoria de Engenharia e Agronomia – Paulo Ernani
Diretoria de Capacitação – Roberto Viana
Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento Estratégicos – Sam Cyrous
Diretoria de Educação – Tathiane Deândhela
Diretoria de Parcerias Institucionais – Thayrone Franco
Diretoria de Desenvolvimento Humano – Thayssa Moiana
Coordenador de Café Político – Mateus Suassuna
Ficha Técnica
Posse da nova diretoria da FAJE Goiás
Data: 2 de fevereiro de 2015 (quinta-feira)
Horário: 20h
Local: Sede do Sebrae Goiás – Av. T-3, nº 1000, Setor Bueno, Goiânia (GO)
Entrada Franca.

2º Fórum de Empreendedorismo – Estratégias de sucesso para 2017

O ano de 2016 praticamente já acabou, e com o novo ano vem também a esperança de tudo ser diferente, de tudo ser melhor. Esse novo ano pode ser a grande virada em sua vida. E nada melhor para garantir um futuro promissor, do que um presente recheado de conteúdos relevantes e cases de sucesso.

Sonhar, inspirar se, fazer planos, aprender com quem sabe: são os ingredientes infalíveis para assumir o controle de sua vida e ser protagonista de sua história.Somando a isso, o II Fórum de Empreendedorismo – Estratégias de Sucesso para 2017 visa fortalecer sua marca, proporcionar networking e gerar novos negócios.

O seu futuro começa hoje!

É para isso que esse evento foi idealizado!Grandes organizações se uniram para fomentar o empreendedorismo e contribuir com um legado, além de tornar as empresas mais competitivas e lucrativas.Isso tudo para te inspirar a construir o 2017 que você quer para a sua vida e carreira.Você pode ser esse agente de transformação e descobrir como inspirar soluções!

Afinal, precisamos de mais pessoas especialistas no impossível!

Convidados

Geraldo Rufino / JR Diesel
Tathiane Deândhela / Instituto Deândhela
Mônica Burgos / AVATIM
Harry G. Fockink / Fockingk Consultores

 

FAZER MINHA INSCRIÇÃO


Ficha técnica
2º Fórum de Empreendedorismo – Estratégias de Sucesso para 2016
Data: 6 de dezembro de 2016 (terça-feira)
Horário: 14 às 20h
Local: Oliveira´s Place, R. T-36, 3588 – Setor Bueno, Goiânia – GO, 74223-050
Inscrições: https://www.sympla.com.br/ii-forum-de-empreendedorismo—estrategia-de-sucesso-para-2017__104336
Informações: (62) 3095-7171
Realização: FAJE Goiás, LIDE Goiás e Instituto Deândhela

Fórum de Empreendedorismo em Engenharia

Quem Promove: CREA – GO, AJE-GO e SENGE-GO
Data Inicio: 08/10/2016 08:00
Data Final: 08/10/2016
Investimento: R$ 50,00
Local: Auditório do Crea-GO. Rua 239, nº 561, Setor Universitário – Goiânia-GO
Telefone: (62) 3221-6282
Site: www.crea-go.org.br

OBSERVAÇÕES:

  • ALMOÇO POR CONTA DO EVENTO
  • COFFE BREAK
  • ESTACIONAMENTO GRATUITO NO LOCAL

DANCOS BANCÁRIOS PARA DEPÓSITO:

AGÊNCIA: 1842 CAIXA ECÔNOMICA FEDERAL

CONTA POUPANÇA: 00024194-9

CNPJ: 08.448.407/0001-98

ASSOCIAÇÃO DOS JOVENS EMPREENDEDORES E EMPRESÁRIOS DE GOIÁS

•Para confirmar sua inscrição envie o comprovante de depósito ou transferência (informando o nome do inscrito) para o e-mail: forum.emp.eng@gmail.com

 

PROGRAMAÇÃO

Horário Atividade
08:00 às 08:30 CREDENCIAMENTO – Entrega de materiais institucionais
08:30 às 09:00 ABERTURA DO EVENTO
09:00 às 09:10 Lançamento da ONG ENGENHEIROS SEM FRONTEIRAS – NÚCLEO GOIÂNIA

Diretor de Comunicação da ONG: Henrique Cardoso de Faria

09:10 às 10:20 PAINEL 1: ÉTICA EM PAUTA – O EXÉRCITO E AS OBRAS DE INTERESSE AO DESENVOLVIMENTO NACIONAL

Gen. Brandão

10:20 às 10:40 Coffee Break
10:40 às 11:30 PAINEL 2: Empreendedorismo em energias renováveis.

Eng. Yuri Matheus Salvador Silva (Engenharia EXITUS) e Eng. Carlos Augusto Bouhid de Camargo Filho (Dusol Engenharia Sustentável)

11:30 às 12:20 PAINEL 3: CASE – FAAFTECH SOLUÇÕES AUTOMOTIVAS INTELIGENTES

Engs. Fernando Antônio Aparecido Ferreira e Vinícius Cintra dos Passos

12:20 às 12:30 APRESENTAÇÃO DA MÚTUA
12:30 às 14:00 ALMOÇO
14:00 às 14:45 PAINEL 4: Eng. Renato Thome Távora de Castro (Âmbio Soluções Ambientais – RJ)
14:45 às 15:30 PAINEL 5: EMPREENDENDO NA ÁREA DOS APLICATIVOS

Eng. Ralph de Paiva Vasco (STANT)

15:30 às 15:45 Coffee Break
15:45 às 16:30 PAINEL 6: IMPRESSÃO 3D
16:30 às 17:20 PAINEL 7: Produtos e Processos Inovadores

Eng. Rauhe Abdulhamid (RYD Engenharia) e Vinicius Jorge Neves (WS INDÚSTRIA MECÂNICA)

17:20 às 18:30 Encerramento